NotíciasPublicações, Vídeos, Novidades e Eventos

O LOBBY DO AMIANTO EM VISITA A GILMAR MENDES

Onde há fumaça, há fogo. E pelos “sinais” nos últimos dias, a começar pela veiculação de informes publicitários do lobby do amianto, tudo indica que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgará brevemente uma das Ações Diretas de Inconstitucionalidade referentes à questão que tramitam naquela Corte. No momento, há sete ADIs em andamento.

Leia mais...

LEMES: DENÚNCIA DE EMISSORA SOBRE O AMIANTO FOI PARA A GAVETA

Sábado, 27 setembro de 2008.  A TV Bandeirantes começa as chamadas da série especial de três reportagens sobre o amianto no Brasil e suas conseqüências à saúde humana e ao meio ambiente, que iria ao ar a partir da segunda-feira seguinte, dia 29, no Jornal da Band. A chamada, veiculada no sábado à noite e no restante da programação, mostra a grave situação em que vive a população de Bom Jesus da Serra, na Bahia, onde funcionou de 1939 a 1967 a primeira empresa mineradora de amianto de porte no País -- a SAMA.  À época, era controlada pelo grupo francês Saint-Gobain (proprietário da marca Brasilit, empresa que, após o banimento de todos os tipos de amianto na França, em 1997, anunciou que iria substituir o mineral cancerígeno também no Brasil; hoje, a sua produção é totalmente isenta dele).

 

Leia mais...

PERITO "SUIÇO" EM AMIANTO FOI PAGO PELA INDÚSTRIA BRASILEIRA DO AMIANTO

Guarde este nome: David Bernstein. E este termo: biopersistência. A partir de agora, “ouvirá” falar bastante de ambos. No centro da discussão, o amianto branco, ou crisotila, utilizado no Brasil. Com a palavra, primeiro, as instituições defensoras do mineral no País. Seus sites expressam suas posições. 

O da Comissão Nacional dos Trabalhadores do Amianto (CNTA) divulga: “A menor taxa de biopersistência: ‘Estudos recentes confirmam que o crisotila brasileiro é menos nocivo á saúde humana no mundo’. A declaração é do médico David M. Bernstein em abordagem sobre os efeitos do mineral para a saúde (sic)”. 

Leia mais...

DUAS EMPRESAS PARANAENSES FAZEM ACORDO PARA BANIR O USO DE AMIANTO ATÉ 2018

Isdralit e Multilit vão reduzir o uso da substância progressivamente até substituição total por outros tipos de fibra

Nas últimas semanas, foram firmados dois acordos entre Justiça do Trabalho do Paraná (MPT-PR) e empresas paranaenses que operam com o uso de amianto. A Isdralit Indústria e Comércio Ltda e a Multilit Fibocimento S.A., se comprometeram a subsituir a subtância por outro tipo de fibra.

Leia mais...

CONCEIÇÃO LEMES - UMA JORNALISTA ESPECIALIZADA EM SAÚDE

conc lemes

Há mais de 30 anos atuando, principalmente como jornalista especializada em saúde, tendo ganho mais de 20 prêmios por reportagens nessa área. Entre eles, o Esso de Informação Científica, o José Reis de Jornalismo Científico, concedido pelo Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq), e o Sheila Cortopassi de Direitos Humanos na área de Comunicação, outorgado pela Associação para Prevenção e Tratamento da Aids e Saúde Preventiva (APTA) com apoio do Unicef. Jornalista sindical, econômica, trabalhou em revista feminina, rádio. Abordou os perigos e as vítimas do amianto diversas vezes como co-editora do site Viomundo e Blog da Saúde, é coautora do livro Saúde - A hora é agora. Veja abaixo os links de suas principais materias onde abordou sobre o amianto.

Leia mais...

USO DO AMIANTO SERÁ DEBATIDO NA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS

A utilização do amianto no Brasil será debatida na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) na segunda-feira, às 9h. Como tem grande resistência térmica e elétrica, o mineral está presente em vários produtos, como telhas, caixas d’água, materiais plásticos e tintas.

Leia mais...

DOCUMENTÁRIO “NÃO RESPIRE” DESVENDA LOBBY DA INDÚSTRIA DO AMIANTO NO BRASIL

 

A première do novo documentário da Repórter Brasil, “Não Respire – Contém Amianto”, já tem data marcada: 02 de junho, às 20h, no Centro Cultural São Paulo. O longa-metragem faz parte da competição latinoamericana da 6a. Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental.
Banido em quase 70 países por causa de seu devastador poder cancerígeno, o amianto ainda é vendido em 18 estados brasileiros. A Organização Mundial da Saúde (OMS) garante que não há limite seguro de exposição a esse minério largamente utilizado na construção civil brasileira.

No documentário, o trio de diretores – formado por André Campos, Carlos Juliano Barros e Caue Angeli – investiga como a indústria do amianto no Brasil tenta vender a imagem de que o tipo de minério usado no bilionário mercado de telhas, chamado de “crisotila”, não é tão mau assim. Investindo em marketing, financiando pesquisas acadêmicas e fazendo doações milionárias para campanhas políticas, a indústria tenta convencer a opinião pública de que é possível usar o amianto crisotila de forma segura e controlada.

Leia mais...

София plus.google.com/102831918332158008841 EMSIEN-3